March 2017
M T W T F S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031EC

Próximos Shows:

  • Nenhum evento na agenda.
  • Contatos para Show
    velhos[at]velhoseusados.com

    Nome:


    E-mail:






    MIU entrevista: Velhos e Usados

    Webmaster | 24/08/2010 - 15:52

    Nos dias 26, 27 e 28 acontece em Uberlândia o 3º Festival Goma de música independente. Bandas de vários lugares do país participarão, entre elas o Velhos e Usados, terceira banda a se apresentar no último dia de festival, no Coliseu Hall.

    Formada em 2006, em Brasília, a banda Velhos e Usados tem como integrantes Marco Pessoa (bateria), Arthur Lôbo (baixo), David Murad (guitarra e vocal) e Diego Marx (guitarra e vocal).  As influências são muitas, sendo as principais delas o rock alternativo e progressivo, o trip-hop e o jazz.

    Em 2008 eles lançaram o primeiro álbum, intitulado ‘Híbrido”, ano em que ficaram entre os vencedores do festival TravaVirtual/Peligro, apresentando-se em São Paulo, no Milo Garage. Esse ano os rapazes se dedicam ao projeto Singles.10, aceitando o desafio de lançar um single por mês.

    Essa semana fiz uma entrevista prévia com o guitarrista e vocalista do Velhos e Usados, David Murad. Confira na íntegra!

    O Velhos e Usados, apesar de não dispensar o formato físico, disponibiliza no site oficial da banda o álbum “Híbrido” para download gratuito. Como vocês chegaram a essa decisão e qual foi a repercussão?
    Desde o começo nossa intenção foi disponibilizar o disco para download gratuito. Tanto que o lançamos na web dois meses antes do lançamento físico. Uma ideia que não é nenhuma novidade, uma vez que o formato físico do CD perdeu muita força. Enfim, é a tão falada crise no mercado fonográfico. As bandas sabem que não podem mais depender de vendas de CD. O que as mantém são os shows, materiais promocionais, venda de acessórios. Claro que, para que isso tudo ocorra, é necessário que o máximo de pessoas conheça nosso som. E a melhor forma de fazer isso acontecer é a partir da nossa querida e amada internet! Precisamos fazer o som chegar até as pessoas. Precisamos criar o mínimo de empecilhos para que nossa música vá cada vez mais longe. O download gratuito é ideal para isso. Pra ter uma ideia, teve um programa de rádio na Europa que tocou o “Híbrido”. Se não fosse a web essa abrangência seria muito mais difícil. Inclusive, quem estiver lendo pode googlar aí “Velhos e Usados”, que vocês vão achar muita coisa bacana. No youtube tem vídeos desde farras pós shows até clipes toscos de câmera caseira.

    Vocês aceitaram o desafio de lançar um single por mês até o final de 2010, como tem sido essa nova dinâmica?
    A palavra que resume o projeto Singles.10 é “experimentar”. E tem sido realmente uma grande experiência e experimentação. De timbres, de sonoridade, de mudanças. Nós já temos as composições das músicas (obras do Diego), o desafio mensal é fazer os arranjos e a gravação o mais rápido possível. O mais divertido é que essa urgência proporciona riscos! E resultados muito interessantes, pois não temos tempo de podar tanto. Acredito que o som fique até mais sincero. Se fôssemos gravar um disco o cuidado seria totalmente diferente.

    Quais os planos da banda para os próximos meses? Vocês acham que participar de festivais em outras cidades, inclusive no interior, tem sido importante na formação do público de vocês?
    Esperamos seguir com os Singles.10 até o fim do ano e fazer mais shows fora do DF nos próximos meses. Inclusive existe a chance de voltarmos a Minas ainda em 2010. Quanto ao público, pode ter certeza que é essencial sairmos pra tocar por aí. Tem uma galera de vários estados que vem pelo site, twitter ou orkut pedindo nossa presença. Quando rola, a alegria é geral. Poxa, tudo que a gente quer é isso, o pessoal pedindo e a gente podendo atender, indo até suas cidades. O show já começa com outro astral e a banda sempre sai com novos adeptos ao som.

    O V.U. já fez shows em minas, mas será a primeira vez que a banda vai tocar em Uberlândia. Qual é a expectativa pra esse show?

    Todo ano fazemos questão de tocar fora de Brasília e sempre tem sido uma ótima experiência.  Ano passado participamos do BH Indie Music, com três shows em BH. E foi foda! Essa será nossa primeira vez no interior e a expectativa está alta, viu… O Diego (guitarra e voz) é de família mineira, por conta disso já conhecemos Uberlândia e Araxá, mas nunca tocamos. Nossa referência de bandas mineiras é excelente, sempre uma galera de som muito bem feito. O fato do Diego ter morado em Araxá e tocado em uma banda por lá, inclusive, foi essencial para nossa exigência em fazer um som bem redondo. Ansiosos de verdade!

    “- Tomara que a galera de Uberlândia também goste de prestigiar as bandas de fora e chegue cedo para curtir o som do Velhos. Vocês vão se divertir… Ah, vão.
    David Murad (guitarra e voz velhos e Usados)

    Comente

    Trackback no seu site